2006-05-24

Eco do Evangelho de Domingo, 28 de Maio

Marcos 16,14-20.
Apareceu, finalmente, aos próprios onze quando estavam à mesa, e censurou-lhes a incredulidade e a dureza de coração em não acreditarem naqueles que o tinham visto ressuscitado.
E disse-lhes: «Ide pelo mundo inteiro, proclamai o Evangelho a toda a criatura.
Quem acreditar e for baptizado será salvo; mas, quem não acreditar será condenado.
Estes sinais acompanharão aqueles que acreditarem: em meu nome expulsarão demónios, falarão línguas novas, apanharão serpentes com as mãos e, se beberem algum veneno mortal, não sofrerão nenhum mal; hão-de impor as mãos aos doentes e eles ficarão curados.»
Então, o Senhor Jesus, depois de lhes ter falado, foi arrebatado ao Céu e sentou-se à direita de Deus.
Eles, partindo, foram pregar por toda a parte; o Senhor cooperava com eles, confirmando a Palavra com os sinais que a acompanhavam.

6 comentários:

  1. «Ide pelo mundo inteiro, proclamai o Evangelho a toda a criatura»

    ResponderEliminar
  2. «censurou-lhes a incredulidade e a dureza de coração»

    ResponderEliminar
  3. «hão-de impor as mãos aos doentes e eles ficarão curados»

    ResponderEliminar
  4. << Ide pelo mundo inteiro, proclamai o Evangelho a toda a criatura. >>

    ResponderEliminar
  5. foi ter com os seus amigos «quando estavam à mesa»

    ResponderEliminar
  6. foi ter com os seus amigos «quando estavam à mesa»

    ResponderEliminar