2019-08-16

Diálogo com o Evangelho

Diálogo com o evangelho da solenidade da Assunção de Nossa Senhora, pelo Frei Eugénio Boléo, no programa de rádio da RCF "Construir sur la roche".
Ouvir aqui.


 





"«A minha alma glorifica o Senhor e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador,porque pôs os olhos na humildade da sua serva: de hoje em diante me chamarão bem-aventurada
todas as gerações.
" Lc 1, 39-56

Porquê um tão longo silêncio

Pode ser lido aqui este texto de Ignace Berten, dominicano belga, mestre em teologia, sobre a crise da pedofilia na Igreja Católica. 
O 7MARGENS publica o texto em três capítulos.
Ver aqui.


 

2019-08-10

Diálogo com o Evangelho

Diálogo com o evangelho do Domingo, dia 11 de agosto, pelo Frei Eugénio Boléo, no programa de rádio da RCF "Construir sur la roche".
Ouvir aqui.








"Fazei bolsas que não envelheçam, um tesouro inesgotável nos Céus, onde o ladrão não chega nem a traça rói. Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará o vosso coração.." Lc 12, 32-48

2019-08-02

Diálogo com o Evangelho

Diálogo com o evangelho do Domingo, dia 4 de agosto, pelo Frei Eugénio Boléo, no programa de rádio da RCF "Construir sur la roche".
Ouvir aqui.




"Jesus respondeu-lhe: «Amigo, quem Me fez juiz ou árbitro das vossas partilhas?».Depois disse aos presentes: «Vede bem, guardai-vos de toda a avareza: a vida de uma pessoa não depende da abundância dos seus bens»." Lc 12, 13-21

2019-07-27

Diálogo com o Evangelho

Diálogo com o evangelho do Domingo, dia 28 de julho, pelo Frei Eugénio Boléo, no programa de rádio da RCF "Construir sur la roche".
Ouvir aqui.










"Também vos digo: Pedi e dar-se-vos-á; procurai e encontrareis; batei à porta e abrir-se-vos-á.Porque quem pede recebe; quem procura encontra e a quem bate à porta, abrir-se-á." Lc 11, 1-13

2019-07-20

Diálogo com o Evangelho

Diálogo com o evangelho do Domingo, dia 21 de julho, pelo Frei Eugénio Boléo, no programa de rádio da RCF "Construir sur la roche".
Ouvir aqui.






"«Marta, Marta, andas inquieta e preocupada com muitas coisas, quando uma só é necessária. Maria escolheu a melhor parte, que não lhe será tirada»." Lc 10, 38-42

2019-07-18

Diálogo com o Evangelho

Diálogo com o evangelho do Domingo, dia 14 de julho, pelo Frei Eugénio Boléo, no programa de rádio da RCF "Construir sur la roche".
Ouvir aqui.








"Qual destes três te parece ter sido o próximo daquele homem que caiu nas mãos dos salteadores?».O doutor da lei respondeu: «O que teve compaixão dele». Disse-lhe Jesus: «Então vai e faz o mesmo»." Lc 10, 25-34

2019-07-16

Dorothy Day em português: bem-vinda!

Acaba de sair em português, publicada pela Lucerna, a autobiografia de Dorothy Day, A longa solidão. Já aqui escrevemos sobre esta figura importante da cultura americana do séc. XX. É de saudar a publicação em português desta obra. A sua apresentação pela investigadora de filosofia, Joana Rigato, pode ser vista neste programa da agência Ecclesia.
Fica uma curiosidade: na obra fala-se de um engenheiro naval português que divulgava o jornal The Catholic Worker em Portugal. Alguma pista sobre quem seria? Lembro-me de ler na tese de Paulo Jorge Martins da Brázia sobre a Marinha mercante em Portugal que se criaram a partir dos anos 40 organizações católicas de apoios aos trabalhadores da marinha. Seria esse engenheiro ligado a esses movimentos?

2019-07-07

Frei Bartolomeu dos Mártires


Partilho esta noticia com muita alegria, pois acompanhei os anos  de trabalhos científicos de  dois dominicanos, frei António do Rosário e frei Raúl Rolo, que estão na base desta canonização.
frei Eugénio

Bartolomeu dos Mártires (1514-1590), dominicano, arcebispo de Braga, verá em breve reconhecida a sua santidade, pois foi aprovado o decreto de canonização, conforme foi anunciado pelo Vaticano.
 


Foi um bispo que “reconheceu a crise e os problemas da época”, e “a partir da sua experiência em Braga” levou para a última sessão do Concílio de Trento (1561-1563), na qual participou, a ideia da reforma do catolicismo.

Traduzindo a preocupação do agora novo santo com a formação, quando renunciou ao cargo de arcebispo, em 1581, Bartolomeu deixava na extensa diocese de Braga, várias escolas com mais de 400 alunos e mais de 1100 colegiais em classes de humanidades, filosofia e “casos de consciência”.

A sua ação não esquecia a pobreza de muitos sectores da população e do próprio clero, fazendo com que os padres mais ricos partilhassem com os mais pobres e providenciando apoio a muitos desfavorecidos. O que levou a que, quando morreu em Viana do castelo, em 1590, já fosse conhecido como “arcebispo santo” ou “pai dos pobres e dos doentes”. Bispos e padres, dizia ele, eram apenas administradores dos bens da Igreja, que estavam destinados a evangelizar e a socorrer os pobres.

In:  7Margens

2019-07-06

Diálogo com o Evangelho

Diálogo com o evangelho do Domingo, dia 7 de julho, pelo Frei Eugénio Boléo, no programa de rádio da RCF "Construir sur la roche".
Ouvir aqui.

 
 



 
"Ide: Eu vos envio como cordeiros para o meio de lobos. Não leveis bolsa nem alforge nem sandálias, nem vos demoreis a saudar alguém pelo caminho" Lc 10, 1-12

2019-06-30

Diálogo com o Evangelho

Diálogo com o evangelho do Domingo, dia 30 de junho, pelo Frei Eugénio Boléo, no programa de rádio da RCF "Construir sur la roche".
Ouvir aqui.





 
«Disse-lhe Jesus: «Deixa que os mortos sepultem os seus mortos; tu, vai anunciar o reino de Deus».» Lc 9, 51-62

2019-06-17

No aniversário do Frei Eugénio


Comemorou o Frei Eugénio, no passado dia 14, o seu octogésimo aniversário, o qual completou no dia 13, dia de Santo António. Cumprindo a tradição deste Santo, durante a celebração que presidiu fez-nos uma curta homilia recorrendo à imagem da passagem do Evangelho referente aos discípulos de Emaús para nos dizer que o Senhor está sempre connosco e caminha permanentemente ao nosso lado.

Este caminhar do Senhor é feito muitas vezes por intermédio de outras pessoas que, por iluminação do Espírito Santo, caminham connosco na vida e nos permitem abrir os olhos, da inteligência e do coração, para a Verdade como Ele, Jesus, fez aos discípulos reunidos a quem os de Emaús foram anunciar que o Senhor ressuscitado lhes tinha aparecido. Estes, assustados com uma presença que não compreenderam de imediato julgando tratar-se de um espírito, viram os seus olhos abertos para uma realidade que o Senhor desde toda a Sua pregação lhes vinha anunciando.

Não posso deixar de comemorar este aniversário do nosso amigo Frei Eugénio sem uma pública palavra de reconhecimento pela caminhada que fez comigo, caminhada que me permitiu descobrir esse Jesus que se veio e fez anunciar aos discípulos e acreditar na Sua presença constante em toda a minha vida, na profissão, na família e nos amigos de que me rodeou. Hoje sou um homem diferente, mais prudente e talvez mais sábio, não da forma como habitualmente tal é reconhecido, mas mais sábio na aceitação das palavras de Jesus, embora com muitas falhas que na Sua enorme misericórdia e amor o Senhor me vai aceitando como ao filho pródigo.

Caminho já na derradeira subida da minha vida até ao portão da entrada para a Felicidade que o Senhor Jesus nos prometeu e em que acredito. Esta caminhada em muito foi devida, como disse, ao Frei Eugénio com quem partilhei muitas alegrias e algumas tristezas, amigo que me acompanhou em momentos mais difíceis, mas também em celebrações de alegria e agradecimento a Deus. Ele foi, não duvido, um mensageiro do Senhor para me abrir o espírito ao entendimento. Ele foi verdadeiro apóstolo enviado para me trazer a Paz do Senhor e espero ter cumprido a minha parte ao recebê-lo para que essa Paz do Senhor fique sempre comigo.

Este testemunho é a forma que entendo melhor de agradecer a um Homem que esqueceu a sua anterior condição de homem mundano para se entregar aos trabalhos na Vinha do Senhor a quem quis servir, dedicando-lhe toda a sua vida. Rezo hoje, como em muitos momentos de oração na minha vida, para que o Senhor reconheça o seu trabalho cujos frutos pude apreciar nesta celebração do seu aniversário em tantos jovens que decididamente o quiseram seguir das mais variadas formas. E quis fazê-lo neste blog que também vi nascer como fruto da sua acção connosco e ao qual não tenho dado a atenção e partilha que ele merece, com a promessa de (tentar) vir mais vezes a uma partilha que acredito nos pode enriquecer.

Bem-haja Frei Eugénio!

2019-06-15

Diálogo com o Evangelho

Diálogo com o evangelho do Domingo, dia 16 de junho, Domingo da Santíssima Trindade, pelo Frei Eugénio Boléo, no programa de rádio da RCF "Construir sur la roche".
Ouvir aqui.





 
«Quando vier o Espírito da verdade, Ele vos guiará para a verdade plena; porque não falará de Si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará o que há de vir.» Jo 16, 12-16

2019-06-08

Diálogo com o Evangelho

Diálogo com o evangelho do Domingo, dia 9 de junho, Domingo do Pentecostes, pelo Frei Eugénio Boléo, no programa de rádio da RCF "Construir sur la roche".
Ouvir aqui.
 







 
«Quem Me ama guardará a minha palavra, e meu Pai o amará; Nós viremos a ele e faremos nele a nossa morada.» Jo 14, 15-16