2006-09-04

Dá que pensar: voltámos a 1930

De acordo com a notícia do Público de hoje (sem link), a cidade do Porto vai perdendo população a um ritmo cada vez mais acelerado, enquanto a área metropolitana continua a crescer.
A tal ponto que o Porto em 2005 regista uma população semelhante à da década de 1930.
Só de 1981 para cá foi embora quase um terço da população!

3 comentários:

  1. Caros Bloguistas

    Regressado de férias, volto a este blog e não posso deixar de comentar este post.

    Sem querer ser saudosista, dá para entender porque é que as pessoas não gostam da cidade. Para tentarmos uma possível explicação, embora parcial, aconselho uma visita ao blog www.cidadesurpreendente.blogspot.com, na qual se pode ver como a cidade tem sido descarcterizada, nos últimos anos, retirando-lhe a identidade e "personalidade" que tinha, para a substituir por obras que só interessam ao loby dos arquitectos. Interesse artístico ou monetário? Quero querer que é este último o que impera. Tristes tempos em que vivemos em que temos de destruir tudo em nome de interesses de pequenos grupos ou de pessoas. Se este fosse o pensamento dominante na humanidade, não teriamos, provavelmente, muitas das grandes obras de arte que os homens forma legando ao futuro.

    E já agora, porque regresso de férias e vejo que este blog continua pouco animado, quando é que vão dar-lhe mais vida?

    umamigo

    ResponderEliminar
  2. Ainda na sequência do meu último comentário, vale a pena ver as imagens neste endereço: http://cidadesurpreendente.blogspot.com/2006_06_01_cidadesurpreendente_archive.html

    Mesmo sem ser saudosista, só me apetece chorar.

    umamigo

    ResponderEliminar
  3. como se poderá evitar a transformação do Porto no "buraco do donut"?

    ResponderEliminar